Procuramos implementar  política ostensiva de acompanhamento de egressos.  Muitos de nossos  doutores e mestres obtiveram colocação estratégica no mercado. Seguem alguns exemplos nominais dos nossos Egressos:

O Grupo Discurso e Gramática fundado na década de 90 pelo professor Mário Martelotta e hoje coordenado pela Profa Maria Maura Cezario teve três de suas doutoras (Karen Sampaio Braga Alonso, Deise Cristina de Moraes Pinto e Priscila da Mouta Marques) absorvidas por concurso público no regime Dedicação Exclusiva, 40h pelo Departamento de linguística da UFRJ, duas no setor de Filologia e uma no setor de linguística. Karen também ingressou como docente do Pós-Ling. Além disso, em 2014 outro recém doutor da Prof. Maura (Roberto de Freitas Júnior ) foi aprovado em concurso público como professor, no regime Dedicação Exclusiva, 40h na própria UFRJ, na Unidade de Letras no Departamento de Letras-Libras. Ainda em 2014, uma recém-doutora (Júlia da Costa Nunes ) tornou-se Coordenadora de curso de Linguística em Instituição de Ensino Superior Privada.


O Laboratório ACESIN, coordenado pela Professora Aniela Improta França, foi formado em 2006, se especializando na área de neurociência da linguagem.  Alex Sander Lopa de Carvalho, aluno de IC desde o início do Laboratório ACESIN, foi admitido no mestrado e hoje no doutorado de Ciências Cognitivas do Laboratoire de Sciences Cognitives et Psycholinguistique – LSCP, Department of Cognitive Sciences, École Normale Supérieure em Paris, França. Alex hoje atua como professor de mestrado no mesmo instituto. Ainda em 2010, uma mestranda da profa, (Maria Paula Roncaglia-Denissen), fez um estágio no Max Planck Istitute na Alemanha, terminou o mestrado na UFRJ e foi admitida para o doutorado naquele Max Planck Istitute. Hoje Paula atua como professora do Institute for Logic, Language and Computation na Universiteit van Amsterdam na Holanda. Duas recém-doutoras da Profa Aniela, (Daniela Cid de Garcia e Marilia Lott Costa), em 2014 foram aprovadas em concurso público e assumiram como Professoras Adjuntas de Linguística, no regime Dedicação Exclusiva, 40h na própria UFRJ, na Unidade de Letras nos Departamentos de Anglo Germânicas e Letras-Libras. Uma outra recém doutora da professora atua como pósdoc no POSLING, com bolsa do CNPq, (Juliana Novo Gomes). Ainda, em 2014, uma recém-doutora (Fernanda Botinhão Marques)  tornou-se, também por concurso público, Oficial de Marinha, atuando como Fonoaudióloga e também como pesquisadora do Instituto Dor de Ciências Cognitivas. Em 2014, outra recém-doutora da professora, (Liliane Ramone), retomou agora como doutora seu  posto como fonoaudióloga concursada na Universidade Federal de Uberlândia. Finalmente, em 2015, outros dois recém doutores da professora (Marije Soto e Thiago da Motta Sampaio) foram aprovados em concurso público e assumiram como Professores Adjuntos de Linguística, no regime Dedicação Exclusiva, 40h respectivamente na UERJ e na UNICAMP (IEL). Uma atual pós-doutoranda da professora Aniela Improta França, Ana Pessoto, foi admitida em concurso público como professora substituta de linguística e assim hoje também atua no Departamento de Linguística da UFRJ.


O Grupo de Pesquisa Biologia da Linguagem, também formado na década de 90, coordenado pelo prof. Celso Vieira Novaes, teve em 2014 duas recém-doutoras (Tereza Cristina de Azevedo e Ana Maria Sá Martins) absorvidas por concurso público como Professoras da Universidade do Estado do Maranhão. Em 2010, uma recém-doutora do Prof. Celso (Adriana Leitão Martins) foi absorvida por concurso público, como professora de linguística, no regime Dedicação Exclusiva, 40h pelo Departamento de linguística da UFRJ. Essas são as nucleações mais recentes, porém, desde 2002 os orientandos do Professor Celso vem se colocado no mercado. Waniston Coelho Celeri (Mestrado, 2008) tornou-se Professor das Secretarias de Educação do Município e do Estado do Rio de Janeiro; Pablo Pullig Teixeira (Mestrado, 2008) professor da Faculdade de São Bento; Letícia Teixeira Sampaio (Mestrado, 2009) Professora do Colégio Pedro II; Fernanda Nunes Estrela (Mestrado, 2010), Professora da Secretaria de Educação do Município de Nova Iguaçu e Professora do ABEU Centro Universitário; Mônica Maria Rio Nobre (Doutorado, 1999) Professora do Departamento de Vernáculas da UFRJ, Ricardo Joseh Lima (Doutorado, 2003) Professor do Departamento de Linguística da UERJ; Arabie Bezri Hermont (Doutorado, 2005), Professora do Departamento de Linguística da PUC-Minas; Maria Mercedes Sebold (Doutorado, 2005), Professora de Espanhol do Departamento de Neolatinas da UFRJ e atual Diretora da Comissão Geral de Pós Graduações da Letras; Lana Mara Rodrigues Rego (Doutorado, 2008), Professora da Universidade Estácio de Sá e Professora da Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro.


O Prof. Marcus Maia, coordenador do LAPEX, formou três doutoras (Maura Amorim e Raquel Fellet Lawall e Guiomar Albuquerque) que se tornaram, respectivamente professora de Literatura Portuguesa da Universidade Estadual do Maranhão, professora de Linguística da Universidade Federal de Juiz de Fora, MG e Professora do Curso de Fonoaudiologia da UFES (Universidade Federal do Espírito Santo), em Vitória. Recentemente uma de sua ex-orientandas, Maria do Carmo Lourenço Gomes,  conseguiu uma posição internacional como Professora da Universidade do Minho, Braga, Portugal.  Um pouco anteriormente o professor também teve três de seus doutorandos (Marcio Martins Leitão, Maria de Fátima Benício de Melo e Rosana Costa de Oliveira) aprovados em concurso público como professores de 40h DE na Universidade Federal da Paraíba. Em 2011, teve também um recém-doutor (Eduardo Kenedy Nunes Areas) e dois outros recém-doutores (Antonio João Carvalho Ribeiro e Mauro Simões Santana ) lotados como professores de Linguística 40h DE do Dep. de Linguística da UFF, sendo o último no campus de Macaé. O atual doutorando Fernando Lúcio passou em concurso público como professor substituto de Linguística da UFRJ.


A partir do doutoramento no Pós-Ling, como orientandos da Professora Lilian Vieira Ferrari, dois egressos do nosso programa (Luiz Fernando Matos Rocha e Renata Mousinho Pereira da Silva) tornaram-se Professores Adjuntos respectivamente na Universidade Federal de Juiz de Fora e na Fonoaudiologia da UFRJ. Em 2012 e 2013, duas recém-doutoras da professora Lilian (Maria do Rosário da Silva Roxo e Sandra Aparecida Faria de Almeida) tornaram-se por concurso público professoras respectivamente do Departamento de Letras e Comunicação (DLC) em regime 40 DE da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e da Universidade Federal de Juiz de Fora. Lilian teve também dois alunos do programa Dinter que estabelecemos com a Universidade Federal do Rio Grande do Maranhão (José Haroldo Bandeira Sousa e Evaldino Canuto De Souza) que se tornaram professores adjuntos a partir da titulação. Finalmente, em 2013, um recém-doutor da professora (Diogo Oliveira Ramires Pinheiro) foi absorvido por concurso público pelo Departamento de Linguística da UFRJ tornando-se Professor adjunto 40 h DE e tendo recentemente sido admitido na nossa pós graduação, além de figurar como Vice-Chefe do Departamento de Linguística.


A partir do título de mestre sob a orientação da professora Christina Abreu-Gomes, um egresso (Marcelo Alexandre S. Lopes Melo) foi aprovado em concurso público e tornou-se professor da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz) além de ser Professor Substituto no Departamento de Linguística – UFRJ desde 2o semestre de 2015. Outra mestre orientada pela Professora Christina (Vanessa Carvalho Faria Menezes) é professora no ensino médio no Colégio Santo Antônio Maria Zaccaria e no ensino superior na Universidade Veiga de Almeida. Uma doutoranda da professora (Ana Cristina Baptista de Abreu) passou no concurso público e assumiu o cargo de Professora Substituta do Departamento de Letras Vernáculas na UFRJ, desde Maio de 2015. Uma doutoranda (Suzana do Couto Mendes) desde 2014 é Fonoaudióloga da Maternidade-Escola da UFRJ (extra-quadro). Uma de suas recém-doutoras (Aline Rodrigues Benayon) é Professora na FAETEC-ETESC e outra (Sheila Lúcia Bezerra de Oliveira) é Professora da Estácio de Sá e Fonoaudióloga da Força Aérea Brasileira. Uma recém-doutora (Clara Oliveira Esteves) foi absorvida por concurso público tornando-se Professor adjunto 40 h DE na Universidade Estadual da Bahia – campus Salvador Departamento de Linguística UFRJ. Outra recém doutora (Fernanda Duarte Senna) é Fonoaudióloga autônoma. Por fim uma recém-doutra que participou do Dinter (Orleane de Santana Sá) reassumiu seu cargo, de Professora da Universidade Estadual do Maranhão – campus Imperatriz, agora como adjunta.


A Professora Maria Cecilia de Magalhães Mollica, Professora Titular, em dinâmica atuação no Programa, exercendo importante papel na Sociolinguística do país, tem uma longa história de docência e formação de profissionais que por sua vez já chegaram ao topo de suas carreiras. Apenas para citar alguns deles, temos uma Titular em Linguística da UFRJ (Prof. Maria Carlota Paixão Rosa), a antiga Coordenadora Geral da Universidade Estácio De Sá (Rosaura Baião), atualmente Professora Adjunto da UER – Escola de Formação de professores em São Gonçalo, uma professora Titular em Linguística da UFF (Jussara Abraçado), outra Titular em Linguística da UFRJ (Professora Cristina Gomes) e uma professora Professora do Programa em Linguagem da PUC-RIO (5- Cristina Goes Monteiro). Ainda no Rio de Janeiro, uma ex-orientanda é hoje Professora Associada da UFRRJ (Celina Frade) e outra (Vânia Lisboa Guedes) é Professora da FACC/UFRJ; docente do PROGRAMA PROFLETRAS POLO/UFRJ além de colaboradora do Pós-Ling. Cecilia também formou um docente (Antônio Luiz Miranda) atualmente Professor Adjunto da Faculdade Estadual do Maranhão.


 A Professora Márcia Dâmaso Vieira teve um recém-doutor (Felipe Mesquita Marques) passando em concurso público Professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro UERJ e assumindo a coordenação adjunta do Núcleo de Ensino de Línguas e do Centro de Produção da UERJ. Em 2013, um outro de seus recém doutores (Victor Luiz da Silveira) tornou-se Professor do Instituto Benjamim Constant. Uma ainda doutoranda da professora (Samara Ruas), em 2014, tornou-se por concurso público professora Assistente 40h DE do Departamento de Letras Românicas da Universidade Federal da Bahia. Outro ex-mestrando da professora (Ismael Tressmann) é Professor da Faculdade da Região Serra de Santa Maria do Jetibá (ES) e um ex-doutorando (Nataniel dos Santos Gomes) é Professor da Secretaria Municipal de Educação do Estado do Rio de Janeiro.


Finalmente,  a porção Gerativista do Programa foi em grande parte estabelecida no Pós-Ling e no Brasil pela atuação formadora da Professora Emérita Miriam Lemle, que segue orientando e também pesquisando na área. Miriam foi orientadora de muitos de nossos docentes (Humberto Peixoto, hoje aposentado, Maria Angela Botelho Pereira, já falecida, Celso Vieira Novaes, Aniela Improta França, Alessandro Boechat de Medeiros e Aleria Cavalcante Lage). Ainda na UFRJ, mas em outros departamentos e programas, Miriam formou vários docentes: a fundadora e chefe do Departamento Letras- Libras,  Deize Vieira dos Santos, uma docente do Departamento de NeoLatinas e ex-Diretora das Pós-Graduações em Letras da UFRJ ( Angela Maria da Silva Corrêa), além da atual professora substituta de Letras-Libras (Isabella Lopes Pederneira).

Coordenação

Coordenadora: Prof. Aniela Improta França
aniela@letras.ufrj.br
Vice-coordenador: Prof. Alessandro M. Boechat
alboechat@gmail.com
Secretário: Mário Lúcio
lucio@letras.ufrj.br

Contate-nos

Entre em contato conosco pelo telefone oficial da pós-graduação ou pelo email

Endereço

Programa de Pós-graduação em Letras Clássicas
Faculdade de Letras da UFRJ
Av. Horácio de Macedo, 2151
Sala F. 321
Cidade Universitária - CEP 21941-917
Rio de Janeiro - RJ